top of page

O responsável



Por Luana Moura


É uma realidade. Não adianta tentar escapar, não vale o esforço. Se você tiver uma deficiência física, não transitória e aparente, diante dos desavisados e ignorantes, perde toda sua capacidade cognitiva.


Você não vai acreditar na pergunta que farão, achar que entendeu mal, duvidar da sua capacidade interpretativa, mas a dúvida deles seguirá ecoando e incomodando seu cérebro: “QUEM É O RESPONSÁVEL?”


Como assim? Por acaso não sou eu que estou aqui? A sua vontade será fazer escândalo, explicar-lhes sobre os institutos das incapacidades absoluta e relativa e o porquê não sou abarcada por elas.


Contudo, quando você já ouviu isso tantas vezes, de várias formas diferentes, aprende a lidar com esse tipo de constrangimento.


Você cederá e lembrará de uma citação de A arte da guerra: “vencerá aquele que sabe quando lutar e quando não lutar”.

2 visualizações

Comments


bottom of page